Indústria do Casamento

Hoje aconteceram algumas coisas que me fizeram refletir bastante sobre atendimento ao cliente (tanto na indústria do casamento quanto fora). A gente cansa de estudar sobre isso em todos os lugares e mesmo assim parece que ninguém nunca aprende. Os consumidores modernos não toleram falta de educação, esnobação (o famoso nariz em pé) e nem serem rejeitados ao procurarem os serviços.  Isso acontece porque a sociedade mudou (socialmente e financeiramente também). Eu mesmo admito que mudei bastante quanto a isso, antes eu ficava cheia de vergonha de ligar, entrar em certas lojas com medo de ser mal atendida, mas hoje eu não tenho medo nenhum e nem aceito ser mal atendida por ninguém. Quando eu sou, muitas vezes eu apenas saio da loja e não volto mais, muito menos indico para alguém.

Vou compartilhar com vocês o que aconteceu hoje comigo. Todos sabem que eu vou casar em novembro e estou igual uma louca para acabar de fechar as coisas para o meu casamento. Felizmente só faltam música, decoração e o receptivo (Festa Bombom). A parte chata do casamento é ter que fazer mil orçamentos e conhecer os lugares, mas é bom ao mesmo tempo e isso pode ser uma experiência agradável. No caso da decoração eu estou louca atrás dos orçamentos, já recebi um hoje do Arranjo Verde (que eu amo o trabalho delas e super indico pois fizeram o da minha irmã e ficou maravilhoso), mas estou atrás de mais alguns para comparar preços né? Eis que eu ligo para um lugar x de Decoração em BH e acontece a seguinte conversa:

Débora – Boa tarde! Gostaria de fazer um orçamento para o meu casamento?

x- O seu casamento é aonde?

Débora – Igreja Batista Central

x- Não fazemos decoração em casamento sem festa!

(ai eu surtei né? Explodi de raiva, como assim um prestador de serviço joga essa batata quente em cima de você e espera que você não faça nada?)

Débora – Eu terei uma pequena recepção, com bombons, água e refrigerante.

x- A gente não decora casamento sem festa. Para quantas pessoas é seu casamento?

Débora – 2600 pessoas.

x- 2600 pessoas????????? (já ouvi ela morrendo do outro lado).

Débora – 2600 pessoas.

x- Onde que é mesmo seu casamento?

(ai que eu não aguentei mesmo né?)

Débora Olha, meu casamento é na Igreja Batista Central, eu tenho 2600 convidados, mas muito obrigada eu não quero mais o orçamento de vocês.

XXX

Prestadoras de serviço prestem (trocadilho) mais atenção nos seus clientes antes de simplesmente dispensá-los. Eu virei a noiva neurótica em ação, fiquei super irritada e ainda mandei um email reclamando o péssimo atendimento. Super desaforo né? Ao invés de tentar entender a situação, ver que teria um receptivo, simplesmente te descarta assim? Fiquei super decepcionada com o lugar e com certeza não indico para ninguém.

Eu fiquei com muita raiva do acontecimento mas depois vai passando porque com certeza outras pessoas te atenderão bem melhor e quem sai perdendo é a empresa que não soube cativar o seu cliente!

Noivinhas e Solteiras, já passaram por uma situação assim??

Deb

9 pensamentos sobre “Indústria do Casamento

  1. Que coisa feia! Mas isso é o mundo em geral Dé… as pessoas simplesmente perderam a educação. Perderam a gentileza…
    Vc fez bem demais! Acho que durante um tempo eles vão tratar melhor as próximas pessoas que ligarem pra lá.
    Beijos querida! Deus abençoe vc e sua nova família!

  2. hahahahaha adoooro seu jeito haha. Qndo for minha vez de arrumar meu casorio quero vc comigoo…ngm vai me passar p tras hahaha amo vc banquinha

  3. Nó ja passei por cada uma, uma vez fui ao shopping com minha tia e minha irmã peqquena, a vendedora achou que eu era a baba e me tratou super mal.. o que eu fiz me produzi toda e voltei a noite!! srsrrs

  4. Gente em vez deles ajudarem eles pioram, fico chateada com a falta de preparo de algumas empresa/ pessoas que se diz profissional.

    Tenho vontade de gritarrrrrrr…

    As vezes compensa mais fazer algo num lugar simples, mas que o atendimento e comprometimento seja a altura do que se chatear com grandes nomes… Aff

  5. Olá! imagino a sua raiva com essas insuportáveis prestadoras de serviço para casamento. Casei em 2006 na IBC, contratei a Arranjo Verde- fiquei super satisfeita, lindo! Também não fiz festa, só bem casados na igreja. Olha que eu sofri com os fornecedores que já chegavam esnobando e perguntando ” já fechou isso?” “quem vai fotografrar”. Este mercado é assim pq existe quem pague absurdos. Adorei a ideia da festa bombom, se conhecesse isso na minha época faria o mesmo. Palmas para as noivas de opinião. Felicidades p vc! Concentre no que realmente importa no seu casamento. bjs

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s